Escuridão

Escuridão

Escuridão

 

Às vezes
No silêncio da solidão
Fico olhando pro céu 
E imaginando o porquê
De certas coisas serem como são

Fico ali relembrando
Quantas vezes
A vida me deu um não
E logo me lembro
Que nada foi em vão

E que tudo que aconteceu
Veio pra somar
Mesmo que me entristecesse
Algo tinha a me ensinar

Tantas noites mal dormidas
Muitas decepções
Lágrimas escorridas
Inúmeras desilusões
Tantas batalhas vencidas
Naquela escuridão
Verdadeiras lições de vida!
Que me ensinaram a Gratidão.

Hoje sei que tudo valeu à pena 

Aprendendo a ser forte

Ainda pequena.

 

O travesseiro sempre foi meu fiel escudeiro 

Quem abafava meu choro 

E enxugava minhas lágrimas 

O único que ouvia minhas palavras 

 

E mesmo todos os dias querendo desistir 

Sei que sou forte e 

Devo continuar a seguir 

 

Não é fácil ser feliz

Mas a vida nos ensina a ser aprendiz

Aprender na dor e na marra

A não esperar muito dos outros 

E nunca perder a garra

 

A vida nos ensina a não retribuir o mal que o outro nos faz

E sim 

Ser semeador de amor e paz.

 

 

Nascimento, J., 2019

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP