Eu, em versos

6996994097?profile=RESIZE_400x

 

Eu, em versos.

 

 

Escrevi sobre amores e enredos...
Apenas alguns vivenciei,
Mas, do amor que vivi tudo versejei,
Às vezes, tórrido, platônico ou sereno!

Enveredei pela prosa de forma cautelosa
Falei do amor eterno e do não correspondido
Na poesia fui ávida e até indecorosa...
Meu verso desnudou meu mundo proibido!

Entretanto, o amor me traz esperança e alento,
Sobre ele rabisco sinas de entrega e solidão!
E se hoje, vive arredio o meu coração,
Sobram-me os versos de desalento!

Mas, que me importa em solidão viver,
Nesta dor que abrigo dentro d!alma,
Se o que mais quero é o amor que acalma,
É que somente você pode ter.!

 

Lilian Ferraz

18/07/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Lilian Ferraz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns, Lilian!

    Belíssimo poema!

    Bjs

    • Grata, nobre poetisa. Bjs

       

  • Gestores

    Sensacional! Encantada Lilian!

    DESTACADO! 

    • Fico agradecida e muito contente com sua apreciação e carinho. Bjs

  • O Amor, seus sabores e dissabores, suas nuances e seu versejar....Muito lindo, amei......Belas rimas. Vocabulário levemente rebuscado

    parabéns amiga Lilian por mais uma obra

    abraços de antonio

    • Caro Antonio, muito me orgulha e me honra sua apreciação. Abraços

  • Querida Lilian, adorei os teus versos... beijos Marcos...

    -------------------------------------

    Quando tenho ao meu lado a solidão,
    E o ponteiro não quer mais caminhar,
    Olho aos céus e não sei a direção,
    Então vem os versos... vem me ajudar.

    135634086?profile=RESIZE_180x180

    • Fico honrada e grata pela sua visita e comentário sempre assertivo, delicado e poético. Abraços

This reply was deleted.
CPP