IMAGENS DO AMOR E DA MORTE

Faz de mim o que quiseres,

O seu tempo,

O seu dia,

A sua tristeza,

A sua dor,

A sua paixão,

O seu infinito,

O seu sol,

O seu rio,

O seu perfume,

A sua diversão,

O seu teatro,

O seu clube.

 

Faz de mim

O que quiseres querida,

Faz de mim

Um escravo teu,

Um sorriso forçado,

Mas esquecer-me jamais,

Pois minha vida divide

Entre o trabalho e você.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP