Inocência

10620180494?profile=RESIZE_710x

INOCÊNCIA

Ah, minha doce menina,

sei que no silencio mergulhas,

se comunica através da  poesia

e enxerga nos versos o amor que  procuras.

 

Vejo que lutas contra o vento,

e remas de encontro à maré,

és guerreira, em si mesma buscas alento

suportas o vento, o mar, sem perder a fé.

 

Sabes que não podes  a tudo curar

e que demora parar de doer,

e só mesmo o tempo é que fará,

a ferida da saudade desaparecer.

 

Agora, sente a alma despedaçada,

te falta algo, e a solidão já não parece tão linda,

desde que em teu coração fez morada,

um amor distante,  tornando real  esta poesia.

 

Marta Biscoli

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP