Mãe!

Mãe!

Nesse dia todas as mães,
mulheres fortes, guerreiras,
anjos de luz que Deus concedeu criar filhos.
Pois, só os anjos tem ternura,
paciência e sabedoria
para embalar, orientar enfrentar barreiras.
E, deslumbrar com gestos, demonstrando alegria
mesmo chorando traz nos olhos, brilho.

Mãe, palavra simples, pequena
Que traduz tanto carinho
Que com as mãos amena,
aconchega uma criança no ninho.

Aconselha, espera e nunca se cansa.
Mãe quando jovem é de ferro.
Quando envelhece não descansa,
Pois, um filho é sempre criança
independente da idade,
independente de estar longe,
ter família e sua própria idoneidade.

Mãe é aquela que tem vaidade
ao ver aquele Ser que embalou
crescer e como pássaro voou
e deixou uma boa saudade
e netos a ela entregou.

Mãe, criatura pelo Pai do Céu atendida.
Nesse dia é lembrada e reconhecida
Sua linguagem é sempre ouvida
Pois, abençoa enquanto está viva
E quando se vai é uma estrela linda.

Feliz Dia das Mães!!!!

Márcia A Mancebo
10/05/20

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Belíssima homenagem Márcia. Parabéns!!!

    Poste também em nossos eventos : Ciranda das "Mães" e " Dia das mães by Rosita" nos links que estão acima, a esquerda. Assim poderemos fazer um belo ebook.

    • Obrigada, Angélica!!

      Já postei no grupo.

      Bjs

This reply was deleted.
CPP