MEUS SONHOS DE AMOR

Brinco com os

Meus sonhos de amor

Que tenho dentro de mim,

Em busca tão somente

Da felicidade para que

Possa me fazer sentir

Amando e sendo amado.

 

Continho a brincar com

O meu sonho de amor,

E corro junto ao vento,

E de mãos dadas vou

Seguindo a chuva que cai

Colocando meus pés

Nesta enxurrada que

Vai seguindo até o rio.

 

Vou brincando ainda

Com os meus sonhos de amor,

E quando me dou por mim,

O tempo já passou em

Minha vida e eu não somos

Mais nada a não ser tão

Somente esta natureza

Que se faz presente

Depois da chuva recheada

De amor e ternura.

 

Fui transformando em caminhos

Cada atalho que seguia,

E fui fazendo do ciclo

De minha vida tão somente

O renascer de um simples

Piscar de olhos e nada mais.

 

E quando realmente eu acordei

Vi que o meu sonho de amor

Tinha saído de dentro de mim

E desaparecido por agua abaixo,

Deixando tão somente este

Coração sofrendo por amor.

 

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Membro Efetivo e Imortal da Academia Iunense de Letras (AIL)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP