Natureza em perigo.

Natureza em perigo

 

 

Tantos avanços conseguimos
porém em outra seara humana
nos perdemos e regredimos


O homem ainda teima em consumir
a flora de modo agressivo e ganancioso
Derruba, devasta, causa efeitos danosos


O planeta sofre com a desenfreada ambição
não se planta tanto quanto desmata
Uma árvore não consegue mais ser centenária


A poluição é grande, mesmo com medidas protetivas
sofre a gente, a terra ressequida do fogo
dos agentes noviços e tudo segue o mesmo rito
Até quando seguiremos nesta situação

Natureza clama, urgente, mais ação!

 

 
 
Oficina poética :Desafio poético
 
 
Lilian Ferraz
12/08/2022
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Lilian Ferraz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Primoroso poema, poetisa amiga, bem contemporâneo.

    O homem é um animal vil, não consegue coexistir com a natureza bruta.

    Abraços, paz e Luz!!!

    • Gratidão, caro poeta. 💙🌷

  • Fica registrado poeticamente a destruição avassaladora que homem causa a natureza.... Não há recuperação possível para o que já foi destruído.

    Bela publicação amiga Lilian

    Parabéns pelos versos

    Abraços de Antonio Domingos 

     

    • Grata pela apreciação. Bjs

This reply was deleted.
CPP