O Caos

Neste caos da guerra invisível
Tem um exército do bem
Que trabalham noite e dia
Auxiliando tanta gente...
Se doam sem medida e sem distinção
É preciso tentar a cura
Ou uma morte menos sofrida.
É o batalhão da vida!
Há uma luta entre o bem e o mal
É o amor tentando vencer
Do outro lado a maldade e a desolação!
Sem trabalho e sem renda
Os pais preocupados...
Nesta infinda quarentena
A fome campeia, pelas vilas e aldeias.
Surgem anjos bons fazendo caridade
No meio do charco ainda floresce
A flor bonita da esperança
A solidariedade ressurge na humanidade!

 

Editt Schimanoski de Jesus6443525068?profile=RESIZE_400x

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Graças a Deus que uma parcela da humanidade ainda sabe o que é doar o verdadeiro amor ao próximo!

    Excelente reflexão! Parabéns Editt!! 

This reply was deleted.
CPP