O MENINO DO TAMBOR

MENINO DO TAMBOR

Miúdo, sardas, alegria,
Saiu pela vida tocando
seu tambor afinado; eco
contagia, batidas alternadas.

Solto, levado pela euforia,
Batendo, cantando, dançando.
Vagando por vielas, botecos;
liderando velhas animadas.

Segue sua sina, sino badala.
Não nega amor; garoto afinado,
Som não para; segue; não cala,
Espalha, contagia maravilhado..

Executa marcha, samba de roda,
Incansável, programado para tocar;
Antigo sucesso, cantos da moda,
Repica o tambor, persistente ecoar.

(gustavo drummond)
 
 
9577464679?profile=RESIZE_710x
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Obrigado a vocês.

    Um  dia  agradável.

  • Parabéns pela beleza do poema.

    Adorei!!!

  • Gestores

    9578693080?profile=RESIZE_400x

This reply was deleted.
CPP