Poesia

9310598874?profile=RESIZE_400xPOESIA

Já vi tantas luas nas noites escuras
Banhar - se no mar refletindo no céu
Vaidosa, imponente pra não ser obscura
Ficar tão sozinha passeando ao léu.

Andei pelas ruas procurando abrigo
Senti- me essa lua vagueando sozinha
Com zelo e vaidosa, escondi - me de amigos
Não quis ser mal vista, chorando a noitinha.

E tão solitária sem ter mais encanto
Me isolo no quarto velando a vil dor
Tentando esconder minha face abatida.

Tão só me sentindo o cansaço da lida
Tal qual a ramagem verdinha e sem flor
Viceja bonita escondida num canto!

Márcia A Mancebo
10/04/2021

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Marcia

    bonito soneto

    um abraço

    Davi/Guardião do amor

    • Obrigada.

      Um abraço

This reply was deleted.
CPP