SIMPLESMENTE TE AMAR

Amor queira-me sem perguntas,

Não me importam as respostas,

Pois nossos corpos falam por nós,

Simplesmente me queiras sem por quê?

 

Quer-te por inteira

Mas muito mais mesmo,

Que nossas bocas se calem

Num gostoso e delicioso beijo,

Sem a promessa de sermos felizes

E sem a pressa este amor que estamos

Vivendo intensamente agora,

Nunca chegue ao fim.

 

Ah! Gostaria que você me quisesse

Inconsequentemente de tudo que haja

E no tatear de nossos dedos,

Você deixe que o meu corpo

Desvende os mistérios do teu corpo.

 

Sinta amor agora o que meu corpo

Esta querendo te dar e na nossa

Confissão de amor nosso olhar

Revele-nos a doçura que

Você me quer amar,

Amar, amar, amar e somente,

Simplesmente me amar.

 

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP