VOLTEI A AMAR

Por você...

Apenas me encontrei de novo

E fui descobrindo nesse encontro

Que o meu maior eu voltou

Que foi eu voltar a amar de novo.

 

Por você...

Simplesmente parei e fiquei

Sem ação de poder correr,

Pois o que eu mais queria

Que acontecesse em minha vida

Foi aos poucos criando vida

Dentro de minha alma.

 

Por você...

Peguei os pingos de chuva

Que caia mansamente e fui

Pintando cada um e uma cor

Diferente para que o céu

Que estava nublado

Deixasse de ser acinzentado

E voltasse a ficar azul

Da cor dos teus olhos.

 

Por você...

Fui rabiscando, desenhando,

E logo foi surgindo um novo mundo,

Junto a um lindo caminho

Para de mãos dadas nos dois apenas

Pudéssemos andar por este novo caminho

Que se fez presente junto a este

Amanhecer que ficou lindo pintado

De forma magnífica para que somente

O nosso amor pudesse passar.

 

Por você recriei a minha vida

E fiz que a cada dia o amor

Fosse surgindo em minha ida

Como se fosse um antidoto

Feito de uma simples poção do amor.

 

Por você...

Minha poesia foi mudada

E hoje apenas escrevo

Poema de amor que faz com que

A cada verso eu apenas fale do

Amor que tenho dentro

Do meu coração e que se

Encontra preso por ti.

 

Por você...

Faria qualquer loucura sadia,

Para poder saber o que se

Passa dentro deste teu coração

Que se encontra inquieto, triste,

Sem amor e sem carinho.

 

Por você

Removeria a montanha para

Que teu olhar pudesse

Apenas me observar.

 

Por você

Seguiria meu caminho

Mesmo que pisando em

Espinhos só para poder

Estar juntinho de você.

 

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP