Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Poeta Ilario poesia profunda nas

    suas verdadeiras palavras parabéns poeta...

  • Temos a impressão que a escravidão acabou, mas estamos enganados. O regime escravocrata desempenhou importante influência sobre a estrutura social do Brasil, onde a escravidão durou cerca de 300 anos e foi abolida através da Lei Áurea em 1888. Isso quer dizer que não existe mais escravidão no país? Não exatamente! Mesmo que o trabalho escravo tenha sido banido no Brasil e em quase todos os países do mundo, ele continua a atingir muitas pessoas. Caríssimo poeta Ilario- Que nossas mãos não se cansem,nossa voz não se cale, devemos ter na memória,se guiemos as mesmas trilhas do nosso herói zumbi modelo da igualdade. Mas, uma pergunta que não calar! Será que nunca seremos livres? Ou será que liberdade não é bem o que pensamos que ela seja hein exímio poeta Ilario? Será o que vemos como liberdade é mais uma prisão, uma privação do nosso direito de ser nós mesmos? Eu como tenho os meus pés na África só tenho que aplaudir o seu escrito – e agradecer a oportunidade de colocar para fora o que sinto em relação ao tema que com maestria o poeta Ilario abordou!

    4215130663?profile=RESIZE_710x

    • Grande Sam, grande poeta, grande amigo, suas perguntas são profundas, talvez não tenha competência para tentar respondê-las, mas irei tentar.

      Acredito em liberdade, por isso, creio que seremos livres, a liberdade está dentro nós, não podemos buscá-la no sitema ou nos outros...

      A liberdade, na acepção da palavra é o indivíduo ser responsável e senhor de seus próprios atos, ela, cede direitos e cobra deveres, portanto, não há liberdade absoluta, pode ser ampla, mas não absoluta...

      Nos dias atuais (e passados), a idéia de liberdade está, intrínsamente, ligada ao poder bélico, econômico e político, o ser humano é prepotente, arrogante, tem o desejo de ser supremo, possuir status, ser adorado, etc. Sendo assim, ele lança mão de todo artifício para alcançar seu objeto de desejo, independentemente, do mal que irá causar a seu semelhante. Quando os europeus iniciaram as grandes navegações, encontraram povos diferentes, culturas diferentes, hábitos diferentes, etnias diferentes e, com isso, pensadores europeus deram início as chamadas ciências sociais, (Antropologia, Sociologia, Ciência Política), pois havia certo estranhamento do povo europeu em relação ao não europeu. Dentro deste novo universo, homens como, Karl Marx, Max Weber, Augusto Comte, Émile Durkhein e outros, começaram a pensar esta nova sociedade que estava surgindo, essas novas relações de trabalho incipiente, que era totalmente diferente do que o homem europeu havia vivido até aquele momento. Sendo este novo ambiente a incubadora de uma nova classe social chamada burguesa, os burgueses enriqueceram rápido, em detrimento do estado e monarquia, estabeleceram o seu poder e tentam legitimá-lo. Neste universo incerto, os pensadores, por serem grandes homens cometeram grandes equivocos, eles hierarquizaram as etnias, raças, tendo como modelo, padrão de sociedade que alcançara a maturidade, a sociedade europeia, isto foi o estopim para a disseminação do racismo, pré-conceito racial. Com esta visão de superioridade, pois partiu do princípio que a Europa era superior as outras sociedades, ás quais, ainda estavam na infância social. O que aconteceu depois não é preciso citar, e esta nossa sociedade é fruto deste pensamento, deste tipo de abordagem ao "desconhecido", carregando consigo mesmo que inconscientemente, paradoxos. Hoje fala-se em relativizar e, não em hierarquizar as culturas diferentes, etnias, hábitos, mas este conceito ainda é incipiente, portanto, pouco difundido e aceito, visto que o preconceito está enraizado nas entranhas da civilização, é estrutural e sua mudança exige vontade política, reconhecimento de sua existência, destruição de paradigmas, perda de privilégios, etc...

      Sou seu fã.

      Abraços, paz e Luz!!!

      PS: A revolução industrial e francesa tiveram relevante papel, no desenvolvimento das chamadas ciências sociais.

  • Gestores

    3746065845?profile=RESIZE_710x

    • Obrigado, poetisa amiga, pela visita e comentário.

      Sou seu fã.

      Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP