Poesias

CANTO DOS VENTOS

CANTO DOS VENTOS

Não acredito no esquecimento,
São fingimentos da memória.

A vida é feita de fragmentos,
Lacunas que oclusam os pensamentos.

Rastros do tempo não se apagam,
Caminham ao lado dos sonhos
Que não conseguimos realizar.

Os ventos cantam
O momento de seguir em frente
nos guiam por outros lugares
Que julgamos sermos impotentes
Para caminhar.

Mas nada se interpõe
Entre o desejo e a realidade,
Vontade seja feita.

Mesmo com todos os defeitos
Que a natureza sã nos impôs.

Mário Sérgio de Souza Andrade - 25/03/2017

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Adm

  • Parabéns, poeta, poema maravilhoso, a natureza nos impõe defeitos para nos levar a perfeição... Abraços, paz e Luz!!!

  • Adorei Mário Sérgio. Parabéns!

  • Adm

    Nada que foi sentido, vivido com profundidade se apaga da memória. Lindos versos

This reply was deleted.
CPP