Poesias

ÚMIDO

ÚMIDO*
(Plêiades - CPP)

Úmido olhar do céu derrama
Unção da prece noturna.
Utopias hão de nascer
Ultimando de beleza
Usinas de amanheceres
Urdindo o cotidiano
Unânime na luz do seres.

(E. Rofatto)

* texto advindo de uma interação com Edith Lobato, a quem deixo meu abraço!

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

E. Rofatto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    É no fazer de contas que assentamos os sonhos e sonhamos torná-los realidade.

    Fico emocionada com tua inspiração, agradecida pelo estudo e participação nas oficinas.

    Gratidão, Edvaldo.

    Destacado!

    • Sou eu quem deve ficar agradecido, Edith, pelos ensejos de criação que você nos proporciona!

      E pela amizade generosa manifesta na leitura dos meus textos e nos respectivos comentários.

      Sempre grato, minha amiga!

    • Grato, Angélica! A expressão da figura e as palavras deram-me uma grande satisfação!

This reply was deleted.
CPP