Alva Neve

Alva Neve

Olhar, com gesto humano descreve
Seus passos com beleza delicada
Ao ver as lindas pernas alva Neve.
Donde uma mente massificada

Vês aqui o amor, de um bem passado
Com juras de amor sem vingança
A paciência pelo tempo esperado
Com glória lhe tenho toda esperança

A vista que tem se mostrou um dia
Com brandura jura o amor puro
Estar-se com desejos de verdade

Por novo gozo seu mundo pretendia
O amor venceu o sentimento seguro
O peito ergue tal amor com felicidade.

Virgolino Lima

(Imagem da web)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Virgolino Lima

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    untitledjhr4.bmp

  • Muito lindo, poeta do meu coração!

  • Uma obra magistral!!! Parabéns!!!

    acb8ddbd1334390e44358899adc59431.jpg

    • Obrigado, Maria Angélica! Bom dia! Abraço.

  • Belo soneto. Minhas reverências.

    Destacado!

    • Obrigado, amiga Edith! Abraço.

This reply was deleted.
CPP