Apenas mais um herói

“Sua vida era uma festa
Falava com pressa
E caminhava depressa

Ser criança era seu lema
Ser adulto um dilema

Namoradas tinha de monte,
Ao lado de uma encontrou a morte,
De uma serpente imunda
Levou um bote

Com uma bala encontrou o final,
Já não alegra nosso Natal

Morreu como apenas mais um herói,
Mas a saudade ainda dói.”

*Escrito por Thaís de Paula em 1997. Inspiração: a perda de um primo assassinado durante um assalto.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    Embora a inspiração tenha nascido de um momento triste e dorido esta uma realidade muito atual. Meus sentimentos.

  • Minhas saudações pela bela inspiração.
    minha admiração e junto meus aplausos.

  • This reply was deleted.
    • Valeu. 

      Comecei a escrever poesia para superar a perda dele....hoje entendo isso. Era criança e não entendia nada sobre perda....

This reply was deleted.
CPP