Poesias

Gestores

Exame de Toque-Me - Act II

Suspirando e Gemendo - lá vai o Poeta com o corpo Doendo

Tão magro o coitado, que cai para a frente, se ficar excitado!

RIMA           Exame de Toque-Me

Livre
A
Livre
A
B
B
A

 

Levantei-me hoje de madrugada
Minh'Alma disse: - Não reclame
Tomei o primeiro Ônibus do dia
e pra saúde fui fazer um Exame
Fui por ser exame mui complexo
em jejum de comer beber e sexo
para não dar mais um vexame

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Tomei 2 Ônibus para lá chegar
(o Laboratório é no Continente)
Levei um susto - lá chegando -
por ver em Fila - tanta gente
Assim que a porta foi liberada
o Povo entrou - qual u'a boiada
e eu... Fui junto - Felizmente!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Crianças... - Idosos, Adúlteros
Eu vi foi Gente de toda a Idade
cada um com semblante abatido
demonstrando clara ansiedade
Mais de 100 pessoas no recinto
onde mal cabem 30, não minto
E... Os Idosos sem prioridade!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Jamais me senti assim tão mal
na saga de minha vida e sina
Em pé no meio de tanta gente
Tanto Membro... Tanta vagina
Cada qual com a sua Senha
inclusive u'a grávida Prenha
em um odor de fezes e urina!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Minha Senha, foi a de nº 88
logo fiquei aguardando de pé
até que chegasse minha vez
Meu jejum lembrou do café
Horas depois, fui chamado
e em o sendo fui cadastrado
esperando ouvir: - Seu José!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

 

Apresentei-me logo à Recepção
me deram a vazilha pequenina
e me indicaram perto um WC
para colocar nela minha urina
aí esperei o mesmo desocupar
e vos confesso meu mal estar
pois era mesmo u'a 'fedentina'!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Lamentei ser Oh - Classe "D"
triste falo - pela vez primeiro
por não poder pagar convênio
coo SalarioMinimo em dinheiro
E chorei pelo Pobre indigente
doente, alienado, subserviente
aguardando a hora do coveiro!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Finalmente, a mim chamaram
para fazerem enfim as coletas
Duas de sangue uma de urina
todas, acredito, que completas
E fiquei com meu preocupar:
-E se não tiver sangue - só ar?
Talvez não veja minhas Netas!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Confesso não ficar surpreso
E o motivo, confesso, bem sei
ao ver o meu sangue vermelho
qual do Negro, Branco ou Gay
Mas, u'a dúvida quase me mata:
-E se for "Sangue de Barata"??
Foi o que pré-ocupado pensei!

Livre
A
Livre
A
B
B
A

Na saída, já de volta pra Casa
disse a u'a Mulher sem receio:
- Como tem gente feia no SUS!
Ela olha-me e diz tapando o seio:
- Aqui Todos os Feios são iguais
E... - Cada vez, chegam mais...
(como vendo em mi o mais feio)!!!

zkf

CPP

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns, poeta amigo, poema primoroso, lindo, chega ser satírico. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk  Você é um gozador, fazer uma pilhéria desta. Adorei. Sou seu fã. Abraços, paz e Luz!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Quando é que vens para Zacarias?

  • Temos o outubro Rosa para as mulheres para prevenir e detectar de câncer de mama etc – e o Novembro azul para os homens - Abrangendo o câncer de próstata?
    Muitos machões afirmam de pé junto que exame de toque retal “não é coisa de homem”. Um pensamento de preconceito e arcaico – Parabéns ao seu exame de toque tão bem sucedido rs rs rs...

    • Gestores

      Oiii Menino Hollywoodiano...

      .

      Quanta honra saber que viestes diretamente de Hollywood para dar u'a força para esse Coad-Juvante!

      Se pensas que m'esqueci de ti - Engana-se pois basta lembrar que ÉS INESQUECÍVEL!!!

      ..

      Logo comento tuas Inspirações - incluindo as novas verves em vertentes românticas!

      ABS - gaDs

  • Lindo poema ilustrado de uma beleza impar

    • Gestores

      Obrigado Menino e Amigo Poeta Homônimo!

      Sou teu fã - deixo grafado aqui!

      ABS - gaDs

  • Zeka, você é mesmo um espetáculo interminável! Você dispara uma reação fora de qualquer controle com duas linhas escritas e, depois de iniciado o poema, continuam as reações - agora de vária ordem.

    Sinta-se abraçado, meu amigo, pela experiência registrada hoje (que haja solidariedade diante dos constrangimentos de saúde); pela incrível superação dos desconfortos mediante a poderosa veia de humor; pela elevada capacidade de transmutar em versos os fatos da nossa vida.

    Você, Zeka, tanto quanto seus versos, é uma inspiração para nossa escritura, para nossa vivência, para nossa humanidade. 

    Meu abraço em você!

    • Gestores

      Poeta Menino Sorriso...

      Me lembrando do "causo" do Amigo do Poeta Olavo Bilac que pediu para este fazer  Anuncio de Venda de seu sítio,

      agora te digo...

      - Diante de tudo o que dissestes - não tem como "eu não amar mais ainda a mim mesmo"!!! kkkkkkk

      Abraços... Perdoe estar comentando menos... Justamente por estes percalços de saúde Mas lembrando que...

      ZKTudoQoPoetEUescreVzzz.jpg

  • Ainda não li o poema, só li as duas primeiras linhas, mas já vim aqui comentar: você é um espetáculo inacreditável! Antes de começar a leitura: aplausos em pé!

  • Gestores

    Ai meu principe, que dia tiveste!!!

    Mas estás vivo!

    Beijinhos

    • Gestores

      Uau Princesa...

      Te quero tanto, que me dou todinho para Ti!

      Pode ficar comigo para sempre... Sou todinho teu (inclusive "aquilo") OQSA???

      Bjsssssssssss - gaDs

This reply was deleted.
CPP