Minhas Atividade

Edvaldo Rofatto replied to Angélica's discussion RESULTADO TEMAPOESIA PARA O PERÍODO DE 01/04/21 A 30/04/21 in TemaPoesia
"Um tema tão bom rendeu belas composições! 
Agradeço a oportunidade criada pela Casa e sua atenção para com todos nós!
Parabéns a todos os participantes e aos gestores!
 
 "
Mai 2
Edvaldo Rofatto replied to NORMA SILVEIRA MORAES's discussion SEDE DE POESIA in TemaPoesia
"Lindo poema, Norma, com mensagem que fala a quem escreve versos! 
E mais lindo fica ao atentarmos para o trabalho cuidadoso com os versos e citações!"
Mai 1
Edvaldo Rofatto replied to Edvaldo Rofatto's discussion MOAGEM in TemaPoesia
"Grato, Chantal, pela leitura e por tanta atenção a meu poema! Fiquei sinceramente feliz que tiveste destacado alguns versos e mesmo a palavra "monjolo": viste um retrato (em palavras) do meu álbum de família (em versos) e me deste o prêmio de teu…"
Mai 1
Edvaldo Rofatto replied to Edvaldo Rofatto's discussion MOAGEM in TemaPoesia
"Grato, Agnélica! Fico feliz que tenha gostado! Um abraço!"
Mai 1
Edvaldo Rofatto replied to Edvaldo Rofatto's discussion MOAGEM in TemaPoesia
"Grato, Norma, pela leitura e gentielza do comentário. Um abraço!"
Mai 1
Edvaldo Rofatto posted a discussion in TemaPoesia
MOAGEMRua de terra vermelha À frente da minha casa. Poeira, ventos, redemoinhos Avermelhando de paixão As tardes de ouro e turquesa Enriquecendo mais alta ambição. Nos fundos, minha mãe lavava Roupa no tanque de cimento. Bordas quebradas, colcha…
Abr 27
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post REDOMA
"Grato, Margarida, inclusive pelo destaque!Um abaraço!
 "
Jan 16
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post REDOMA
"Grato, ADomingos!Um abraço!"
Jan 16
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post REDOMA
"Grato, Márcia! Um abraço!"
Jan 16
Edvaldo Rofatto posted a blog post
REDOMAIgual a quem vira páginas Do fim ao início de um romance Para reler emoções já vividas Volto ao meu velho jardim. Eu envelheci bem mais que ele Com seus canteiros demarcados Por úmido musgo e escura murta. Aqui naquelas tardes de música…
Jan 11
Edvaldo Rofatto commented on Editt Schimanoski de Jesus's blog post Atração Fatal
"Essa é a atração que permanece para ser chamada de amor. Belos versos, bela verdade, Editt!"
Jan 11
Edvaldo Rofatto commented on Marcia A Mancebo's blog post Sabedoria
"Perfeito título para seu poema, Márcia! Assim a vida deveria ser vivida!"
Jan 11
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post VULGATA
"O prazer é meu também, Edith.
Estar aqui na Casa é motivo de recuperar e de preparar as melhores lembranças.
Um forte abraço para você neste começo de ano - já estendendo para todos os próximos meses."
Jan 11
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post VULGATA
"Edit, sua arte eleva o que escrevi, mediante sua sensibilidade, sua amizade e seu senso estético. Obrigado."
Jan 11
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post VULGATA
"Grato, Edith, pela leitura e mensagem!"
Jan 11
Edvaldo Rofatto commented on Edvaldo Rofatto's blog post VULGATA
"Grato, Ciducha! Bj"
Jan 11
Mais…

REDOMA

REDOMA

Igual a quem vira páginas
Do fim ao início de um romance
Para reler emoções já vividas
Volto ao meu velho jardim.
Eu envelheci bem mais que ele
Com seus canteiros demarcados
Por úmido musgo e…

Saiba mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Abril 26


1) Qual o teu nome completo?

Edvaldo Aparecido Rofatto


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

26-04-1962


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Limeira-SP-Br


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Descobri os livros como preciosidade quando, criança, meu pai me proibiu de tocá-los para não os estragar. Desde então, a palavra me põe em alerta: para lê-la, há que se mergulhar num universo estranho de outrem e tentar se encontrar num labirinto (onde a saída? há saída?); para escrevê-la, há que se voltar para dentro de si mesmo, retroceder até o passo para o abismo e deixar-se cair: talvez, a meio caminho, aprenda-se a levitar, talvez no fundo se despedace e se refaça o lavrador de letras para retornar mais forte. Se for diferente, é rasa, é pouca, é desnecessária a safra. Palavra é o inferno onde legiões assomam, seduzem, assombram - e de lá se volta, em assunção, para certeza da nossa frágil humanidade, ainda mais quando esta reconhece a dignidade mesma da palavra que é insuficiente para a dimensão, que é postergada para o depois do sentimento,que é turva na sua superfície enganadora, mas absoluta no espelhamento do que somos em aleluia, ou em agonia.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Veraiz Souza


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim.


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim.


10) Fique ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim.


11) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de qualquer outro site onde possamos saber mais de você.

https://www.facebook.com/rofatto.textos/?fref=ts


12) Publique neste espaço, uma poesia ou texto de sua autoria.

SATURNO Manhãs que nascem escuras para rubras noites de lava a derramar-se na ardente face, onde olhos baços de estátua têm pupilas voltadas para dentro – imprecisos horizontes de saaras que espocam miragens do que foi o sono antigo dos inocentes, o sonho profundo dos amantes, o nirvana almejado por defuntos... Mas desaparece o fogo fátuo na paisagem estendida aos vazios. Em mundos de nenhum limite, existem anacrônicos caminhos à margem de qualquer fronteira. Hoje é só um outro nome do Tempo, sempre ávido de seus filhos mortos – nenhum futuro, nenhum passado do que seria a quimera da felicidade, não fosse a carnificina dos deuses. EU, LÍRICO Como sangue, teu verso Levará tuas dores, Prazeres e temores. Põe nas tuas palavras Tuas falsas verdades E sinceras mentiras, Para seres, no tempo Mutável como tu, O de agora e de sempre. Aprende a renascer Se outra maior vontade Fizer no teu poema Teu mais fiel retrato. Abandona-te à sorte De ser menos quem és Para mais destacar, Além do mero humano, Teu berço de esteta E cova de espartano.


Profile Style - Long Answer - Codigos Ning - Não Responda esta Questão -

body{ background-color: #999; background-image:url(http://ekladata.com/srHxRLk-3bDJ-_tV8qMACNe3elg/paisagem-fundo.png) !important; background-attachment: fixed; background-position: bottom center; background-repeat: repeat; } a { color: #000!important; } a:hover { color: #000 !important; } .container { background: url(http://images.comunidades.net/tra/trabalhoslivita/brancotransparente.png) repeat scroll 0 0 transparent; border:2px ridge #000 !important; border-radius: 5px 5px 5px 5px; -webkit-box-shadow: 0px 0px 24px 4px #000; box-shadow: 0px 0px 24px 4px #000; padding-top: 25px; color: #000; font-family: Constantia; font-size: 125%; font-weight: bold; } .sheet{ background: url()repeat scroll 0 0 #e7e7e7!important; border:2px ridge #000 !important; -moz-border-radius: 5px; border-radius: 10px 10px 10px 10px; box-shadow: 0 0 4px 4px #000; padding: 20px 5px; } .profileCoverArea { background-repeat: no-repeat; } .profileCoverArea .profileCoverArea-box { background-color: transparent; } .profileCoverArea .profileCoverArea-box .profileCoverArea-bio { background-color: #999; color: #000; height: 170px; overflow-y: auto; opacity: 0.4; filter:alpha(opacity=40); } .profileCoverArea { height: 710px; } .banner-frame { border-radius: 0px; border-style: none; background-color: #6a6f01! important background-image:url () !important; height: 760px; }


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 36456
Publicaçoes
Recebido:
4 de Set de 2018
Comentario
Recebido:
4 de Set de 2018
Recebido:
14 de Mar de 2020
CPP