Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Maio 7


1) Qual o teu nome completo?

Maria Dolores Salmerão Fender


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

07/05/1952


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

São Paulo/São Paulo/Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Esposa, mãe e avó. Flautista na Orquestra Silvia Luisada. Adoro Música, Literatura e tudo que é belo: Natureza, crianças, animais, chocolate. Gosto de escrever as poesias que surgem de repente em meu pensamento sem me prender as regras, coloco-as no papel do jeito que elas quiserem ficar. Escrevo no Recanto das Letras a aproximadamente 1 ano e no Clube das Letras faz três dias.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Edith Lobato


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim


10) Fique ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim


11) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de qualquer outro site onde possamos saber mais de você.

http://www.facebook.com - Dolores Fender


12) Publique neste espaço, um pequeno texto, que considere poético. Pode ser inspirado na hora. Não precisa que seja algo que tenha sido publicado. De certo modo: TODOS somos Poetas!

Versos Limpos Gosto dos versos curtos Que caem na pia enquanto lavo louças Eu os lavo, enxáguo e enxugo no papel. Dolores Fender 30/11/2015 Mente Porque mentes? Em vez de flores De alegria Joga as sementes Da dor Da agonia Do terror! Mente Mentirosa Meu eu é teu? Porque não te domino? Sou tua escrava? Tua refém? Não mente! Sou dona de mim! Não vou deixar-te fazer assim Vou resgatar o meu eu Vou cuidar do meu jardim! Dolores Fender 19/06/2016


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 4246
Recebido:
28 de Fev de 2020

O Amor é Inocente

 "Amor com tudo isso é incomum..."O Amor é Inocente No meio de tanto trabalhoUm atalho, o amor.No meio de tanto amorUm atalho, a dor.A dor que adormece o coraçãoO coração que pulsa sem emoçãoA emoção que faz falta.A falta daquele amor que virou dorA…

Saiba mais…

Antes que tudo vire pó

Antes que tudo vire pó Antes que tudo vire póQuero comer do grãoAbraçar meu irmãoCompor uma cançãoE desatar o nóQue sinto no coração. Antes que tudo vire póE o vento varra o chãoQuero que caia uma chuvaE lave esta nação. Dolores Fender10/08/2017

Saiba mais…

Agora Você Já Sabe

Agora Você Já Sabe   Agora você já sabe Não preciso nem falar O amor que em nós não cabe Já começa a derramar.   O amor quando é demais Pode o ciúme provocar E o ciúme é um inimigo Com quem temos que lutar.   É uma luta desigual As armas dele são…

Saiba mais…

Entrega

Entrega   Entreguei-te minha esperança E os meus sonhos de criança A ti eu entreguei.   Entreguei-te só doçura E na minha alma pura As amarguras suportei.   Entreguei-te o meu carinho Teu amor foi tão mesquinho Só migalhas, eu ganhei.   Entreguei-te…

Saiba mais…
CPP