Minhas Atividade

RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Fugiu dos relatos estranhosDesta primavera sem rosasDestes lugares sem cantoDestas virtudes duvidosas Terminou solitário no altoMontanhas sem almaMotivos sem logicaFoi...só foi! Navegou em mares escurosNaufragou em verdades incômodasSobreviveu em ce…
Mar 16
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Eu vim te dizer pra pararPor que chove na praia...Chove agora em lugares improváveis que você não vê...Que você não senteEu vim te dizer pra voltar...Por que naquele lugar o sol nunca mais voltouPor que não é amor o que a jarra oferecePor que espera…
Mar 3
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
 Estou trazendo presentesIdeias no álcool para os poetas que bebemPor que se escondem assim?Achando que terão visões nos fundos dos coposÀs vezes o mundo parece tão surdo quanto os tijolos das casasE eu rezo quieto por nadaEstamos todos loucosEnfiad…
Fev 20
RODRIGO LUCIANO CABRAL commented on RODRIGO LUCIANO CABRAL's blog post UM CORAÇÃO NO RIO
"Não sei se entendi o por que deste "lembrete" não lembro de ter postado mais que 3 textos no mesmo dia nenhuma vez, na verdade baseando-se nas datas de postagens não vi isto acontecendo mas ok.
 "
Fev 20
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted blog posts
Fev 18
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
As aguas deste rio são escurasDa ponte posso ver sua extensãoCrespada é sua superfície de picheTorturado esta meu coraçãoAs aguas deste rio têm detritosRestos falhos de imundície humanaFlutuam em caudalosa confusão arvores mortasComo cadáveres que o…
Fev 17
RODRIGO LUCIANO CABRAL commented on RODRIGO LUCIANO CABRAL's blog post VEIO COM AS CHUVAS
"Grato que bom que gostou"
Fev 13
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Me deixa cair...Eu vim com as chuvasMe deixa cair...Escombros e sombrasRetornando calado...Tantas vozes outros temposTantas vozes...tanto tempoMe deixa cair...Na ultima morada montanhosaA rocha me suportaráA relva vai me ver escorrerSem sonhos,sem c…
Fev 10
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Sentiu a tempestade...Ouviu o vento uivarDerrubou as garrafasAtraiu a atenção da garçonete no barDesdenhou...Calado!Viu o relâmpago riscar o céuNegrume com um Deus...um Deus da morte...Distante o trovão respondeu!Ergueu copo,bebeu maisEra vinho...Ne…
Jan 22
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
A curiosa síndrome do "olhem pra mim sou diferentão(na) foi tônica deste ano todo, muita gente fazendo a maior questão de alimentar a polarização de tudo e é claro de se eximir totalmente da responsabilidade sobre isso, por que são sempre os "outros…
30 de Dez de 2018
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Outro dia estava indo trabalhar e me deparei com um sujeito urinando em seu próprio quintal! Isso mesmo URINANDO no quintal. Fiquei pensando:Isso sim é LIBERDADE,o quintal é dele ele faz como quiser,se quer urinar lá...que seja. Mas me fez ficar pen…
26 de Nov de 2018
RODRIGO LUCIANO CABRAL commented on Lilian Ferraz's blog post Vai lá na chuva
"De fato sempre que posso vou mesmo...texto muito bom de se ler."
25 de Nov de 2018
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted blog posts
25 de Nov de 2018
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Já escrevi palavras na areiaSabia que o mar viria busca-lasJá desejei delicias mundanasJamais foram minhasNão conheci terras exóticasNenhum jardim inglês pra mimNada de índia misteriosaSem Nemo sem NautilusMas cantei canções no escuroLa onde ninguém…
20 de Nov de 2018
RODRIGO LUCIANO CABRAL posted a blog post
Já escrevi palavras na areiaSabia que o mar viria busca-lasJá desejei delicias mundanasJamais foram minhasNão conheci terras exóticasNenhum jardim inglês pra mimNada de índia misteriosaSem Nemo sem NautilusMas cantei canções no escuroLa onde ninguém…
16 de Nov de 2018

Meu Blog

VEM VILÃO

 
Estou trazendo presentes
Ideias no álcool para os poetas que bebem
Por que se escondem assim?
Achando que terão visões nos fundos dos copos
Às vezes o mundo parece tão surdo…
Saiba mais…

DAMA EM ESCARLATE

Vestido vermelho
Olhar abusado
Corpo sinuoso
Opulento decote
Será vinho em sua taça?
Para quem ela joga languidos olhares?
Quem já provou do mel de seus lábios?
Não ouso imaginar
Gestos largos e…

Saiba mais…

UM CORAÇÃO NO RIO

As aguas deste rio são escuras
Da ponte posso ver sua extensão
Crespada é sua superfície de piche
Torturado esta meu coração
As aguas deste rio têm detritos
Restos falhos de imundície humana
Flutuam em caudalosa…

Saiba mais…

VELHA DOENÇA

Velha doença de onde vens?
Colada a meus ossos fragmentários
Inundando minha boca com teu fedor de morte
Um odor impregnado nas roupas
Uma presença que segue meu olhar
Um ponto escuro no fundo abissal dos meus…

Saiba mais…

ANO DE DIFERENTÕES

A curiosa síndrome do "olhem pra mim sou diferentão(na) foi tônica deste ano todo, muita gente fazendo a maior questão de alimentar a polarização de tudo e é claro de se eximir totalmente da…
Saiba mais…

A LIBERDADE DE SER HUMANO!

Outro dia estava indo trabalhar e me deparei com um sujeito urinando em seu próprio quintal! Isso mesmo URINANDO no quintal. Fiquei pensando:Isso sim é LIBERDADE,o quintal é dele ele faz como quiser,se…
Saiba mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Agosto 14


1) Qual o teu nome completo?

RODRIGO LUCIANO CABRAL


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

14/08/76


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

BRASIL RIO GRANDE DO SUL IMBÉ


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

O que dizer sobre mim,que eu considere que seja quem for deva saber? Eu trabalho com comercio um ramo onde você aprende que as pessoas são cheias de vontade e vazias de possibilidades. Produção literária ? Não considero que eu tenha uma,tenho 40 anos e a uns 30 vago por ai escrevendo quando tenho ideias e postando nos lugares mais incertos...eu só escrevo ...e é o que me basta. Família? Protejo a minha e ela me protege ...eis tudo. Gostos? Gosto de inúmeras coisas inconfessáveis e tantas outras inócuas eu amo a possibilidade de poder fazer tanto quanto amo poder não fazer qualquer coisa. Creio que isso deve bastar.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Edith Lobato


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://https://www.facebook.com/rodrigorlc.cabral


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

ULTIMA ROSA A ultima rosa ainda esta onde ela a plantou... Percebe a rosa que ela não vai voltar? A ultima rosa no ultimo canteiro... Entende a rosa que acabou? A brisa sopra segredos pra ela mas nunca verdades Se hoje chover cairão só lagrimas? A ultima rosa sabe que esta só? Entende o destino que a tolheu? Sem mãos gentis para rega-la Sem piedosa caricia... Só o tempo... A ultima rosa tem memória? A ultima rosa sabe esperar? Que fome sente a rosa solitária? Que sede é esta que ela tem? A ultima rosa ainda onde ela a plantou... Resiste...resiste...resiste.


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 1188

Grupos que participo

Minhas Discussões

Autor em tela

CPP