Poesias

Gestores

Lamento...

Lamento

.

Ah! Que lamento é esse que chega de mansinho

Faz com lágrimas rolem soltas pela face?

O coração se aperta no peito, sofre!

Dia após dia, caminhando como uma alma vazia

Que tenta e tenta, em vão, encontrar um porto...

As alegrias esvaem-se, como areias por entre os dedos...

A solidão tem-se tornado uma companheira rotineira

E fazem meus pensamentos, antes felizes, agora lembranças tristes

Que me esforço para manter fora de minha vida, fora de minha alma...

Esse lamento finda minhas forças! Abate minha travessia!

Meus passos tornam-se lentos, o vigor já  não se faz presente...

Vejo-me num turbilhão de sentimentos contraditórios e doídos

Que vagam como espadas apontadas para meu coração...

E assim as lágrimas,agora, tentam em vão ser o bálsamo que alivia,

E o silêncio se mostra imenso... escuto o seu som... antes imperceptível

E agora domina meus dias, minhas horas cheias de sentimentos vazios.

.

Maria Angélica de Oliveira - 31/07/17

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns, poetisa amiga, poema lindo, primoroso, adorei. Abraços, paz e Luz!!!

  • Gestores

    Lindissimo Angelica e tão triste! Fiquei encantada!

    A musica...adoro!

    Parabéns.

    • Gestores
      Obrigada Livita pela visita !!!
  • This reply was deleted.
    • Gestores

      Safiraaaaaaaaaaaa!!!! Belíssimo!!!!!!!!!!! Brigaduuuuuuuuuu!!!

    • Gestores

      Lindo trabalho Safira com o poema da angelica.

      Parabéns.

      jinho

  • Gestores Adm
    Mais outro poema belíssimo que leio e me encanto.
    Parabéns, Angelica.
    Destacado.
  • Gestores

    CPPDepNossAplRevTalent.png

This reply was deleted.
CPP