Gestores Adm

Mistérios

Mistérios

Vestiu-se de luto o amor em saudades,
Imerso nas sombras de muitas lembranças,
Suspensas no tempo em babel de esperanças,
Abriu-se crateras no lar das verdades.

Mistérios rasgaram as noites e tardes,
Na double cortina de pura alianças;
Viveram ilusões feito tenras crianças,
E a Ursa quedou-se no mar das vaidades.

Na inglória da dor consumindo minh’alma,
Do fundo do fosso pautei meu regresso,
E, assim, renasci desses mares de dor.

Na luz da poesia busquei minha calma,
E em pleno galope no dorso do verso
Eu bem fiz nascer esta lira de amor.

Edith Lobato – 13/04/16

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores Adm

Edith Lobato

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Fantástico e exuberante excelente trabalho ameii bjs 

  • Magnífico!!! Encantada!
  • Belíssimo soneto! Bjs.

  • És fenomenal bjs fantástico te ler.
  • Excepcional amei bjs aplausos

  • Brilhante poetisa fenomenal ameiiiii bjs
  • Minha cara, na cadência dos versos e no doce expressar das emoções;

    nos levavas nas asas de tua inspiração à uma viajem onde o cenário

    de dor nos leva ao teu estado de espírito...e isto fizeste de forma mui magistral!...

    Aplausos e beijos fraternos.

  • This reply was deleted.
  • Uma lira de amor e dor  noutro soneto magnífico, eximia poeta e exemplar pessoa.

     Outra faca no coração quando se sinte esa ferida.

     Belo e bom demais, meiga.

     Te amo demais.

     Beijos e abraços amis que grandes com todo meu coração.

    .

    3607814?profile=original

    3607916?profile=RESIZE_1024x1024.

This reply was deleted.
CPP