Poesias

Gestores

Natalino o Bom MeninA... (E a saga contiNua.......)

*** * ***


Natalino - O Bom Menino (e a saga continua)
*
*
Natalino seguindo em direção de sua cruz...


.
Sim Almamigas, esta é mais uma das estórias de Natal. Se for um tanto longa,
perdoem ao Natalino - que me pediu para posta-la...

.
Aconteceu há muitos tempos atrás em um subúrbio pobre de Natópolis, ua grande
Metrópole com o nino Natalino, nascido no Bairro de Belém, sob um Viaduto.
.
Quando Natalino nasceu, pouco antes das 6 horas da manhã, uma luz intermitente,
mais forte que a do Metrô que passava acima a toda hora, atravessou a Madrugada.
.
Essa luz, serviu de guia para 3 Mendigos: Baltião, Nelchior e Gastão,que foram
os primeiros a dar as boas vindas a Natalino, cada um trazendo respectivamente,
moedinhas de centavos, pão amanhecido e leite doado.
.
E foram esses que mais tarde chamaram de os Três Reis Magros, que primeiro viram
Natalino, e receberam o seu DiviNino sorriso como prêmio.
.
O Tempo foi passando... ... .
.
Um dia, já mocinho, por volta dos 12 aninhos, Natalino fugiu das vistas de sua
Mãe Maria Mulata e do Pai Zé Pretinho e se misturou com os Doutores da PUC onde
discutiam Teologia, Economia, polititicologia e sobre a crise que adviria...
.
Tempos depois, Natalino, se despediu de seus Pais, dizendo que seguia orientações
de seu Pai Maior que chamava de God e saiu pelos Bairros vizinhos, ajudando aos
outros mendigos que dormiam pelas Praças, e sob Viadutos.
.
Como em seu discurso sempre dizia que deviam seguir as orientações de God, que
simplesmente, dizia para se amarem, e confiarem Nele que de nada mais deviam se
preocupar, nem mesmo com os deuses da Metrópole...
.
Certamente, que isso não agradou ao deus da Metrópole, o fanhoso Lelé, que mandou
prender Natalino, e enquadra-lo nas normas vigentes e o obrigando a se filiar ao
PinT = Partido dos inTolerantes, para poder ficar em liberdade, senão...
.
Bem - como Natalino, preferiu carregar sua cruz, a desonrar o pedido de God, foi
condenado a viver enquanto pudesse com uma cesta básica, sem mais nenhum direito...
.
E então aconteceu... e acontece todos os anos... ... .
.
Natalino, operou o milagre da multiplicação, e não só conseguiu sobreviver com essa
cesta básica, como ainda dividi-la com todos os semelhantes mendigos das periferias...


.
Diz uma lenda, que há uma sobra até para casos emergenciais, como agora, devem estar
indo muitos alimentos de Natalino para os desabrigados e necessitados mundo afora...

Vocês já viram Natalino? Não!!!
.
- Então fechem os olhos, ouçam essa musica de fundo, e prestem atenção em suas almas...
.
Estão ouvindo?
.
- Sim é o Natalino que vem com sua carroça - qual a dos catadores de lixo, sempre
sorridente, para a distribuição amorosa de seus suprimentos que nunca faltam...
.
Continuem com os olhos da visão fechados... Abram apenas os do coração - os da Alma e
sintam... -Estão sentindo? - Lá do alto, junto com as meninas Nuvens que festejam o
nat de Natalino, uma/um Anjinha derrama sobre nós as bençãos em forma de sementinhas...
- Sementinhas de Amor!!!!!!!

*
- Feliz Natal Semelhante e Natalino!
*** *** *
gaDs!
*** *** *** ***

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Uma historia sem questionamento amigo Zeca! Olha o endereço da minha página ainda é mesmo apareça estou sentindo falta dos seus bons fluídos. Feliz Natal!

  • Gestores Adm

    Concordo com Geilda. Uma historia maravilhosa escrita de um modo didático espetacular que, prende a atenção da gente. Maravilhoso texto. Parabéns Zeca, com minhas reverências. DESTACADO E Feliz Natal.

  • Perfeição intacta de um poeta lindo na sua alma!

    Maravilhoso

    Feliz Natal! Na pontinha do lápis!

  • Gestores

    gaDs.gif

This reply was deleted.
CPP