Solidão... Poemas MIL

Soledad

El tiempo no perdona,
toma la vida y nuestros años,
al final hay cosas no buenas,
la tristeza que consume, la nostalgia.
La soledad es única compañera
a alguien que vive el resto de sus días!

La vejez maltrata el cuerpo y el alma,
después de aprender a vivir, el mar del destino
encarcela en las olas agitadas que matan,
jugando el viejo por todas partes,
sin amor y sin refugio. Es un mar turbio
de soledad fatal y sin piedad... Fin triste...

El ocaso de la vida muestra sus ojos,
mira todos los días de la vejez,
observando el lento paso,
el cuerpo cansado y casi sin vida,
luz que se desvanece poco a poco
marchando hasta el infinito!

El tiempo no perdona,
toma la vida y nuestros años!

Maria Iraci Leal/MIL
POA/RS/Brasil
01/09/2016
Derechos reservados

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Sandra Leone

    Muito grata amiga, bjs MIL.

  • O tempo nada perdoa, então, que saibamos aproveitar os anos de nossa mocidade...Lindo poetisa...

  • SAM MORENO

    Muito grata querido amigo, tuas palavras me incentivam, boa semana, um grande beijo, MIL.

    Obrigado_1372444443_36_obrigado.gif

  • É bom saber que ainda existem pessoas, como você, que colaboram, explicitamente para um universo poético melhor. Mil meu amor por você é explícito também ! Se sinta abraçada por S/M, quando for possível comente as nossas entrevistas viu lindona?

  • Edith Lobato

    Muito grata Edith, um grande beijo, MIL.

    1a_scrapsdelicados.gif

  • Gestores Adm

    Uma reflexão poética belíssima, Iraci, a velhice chega para todos, não importa os meios com os quais se mascara esta etapa, o que importa é que ela está lá. Parabéns Iarci. Bela composição.

    quadrodestacaocppcanpena.gif

  • Safira Saldanha

    Querida Safira, que maravilha me presenteias, está lindo demais, amei, muito, muito grata, um grande beijo, MIL.

    Obrigado_1372444443_36_obrigado.gif

  • Gestores

    lindooooo, parabéns Mil, belíssima poesia

    O crepúsculo da vida mostra os seus olhos,
    vigia cada dia da velhice,
    observando o passo moroso
    do corpo cansado e quase sem vida,
    luz que se extingue aos poucos,
    marchando para o infinito!

    e como marcha para o infinito poetisa.

    parabénsssss duplamente pela belíssima musica de Villa Lobos - Bachiana nº 5

This reply was deleted.
CPP