Adm

I Oficina de Rondó simples sobre um estribilho

Rondó simples

 O rondó é um poema de forma fixa, também de origem francesa. Há rondós de vários modelos.

O Rondó simples tem três estrofes, sendo duas quadras e uma sextilha, com metade do verso inicial a se repetir no final da segunda quadra e da sextilha.

As rimas devem ser cruzadas nas quadras, com uma terceira rima na sextilha, pontuada no verso 4 e 6. Os dois versos iniciais da sextilha obedecem à rima inicial na condição emparelhada, o terceiro e o quinto verso obedecem à segunda rima na condição cruzada.

Assim, o poema segue o esquema rímico: ABAB/ABABd/AABCBCd, onde o d representa o refrão. Segue, como exemplo, um Rondó de Manuel Bandeira, bastante conhecido.

RONDÓ DE COLOMBINA

           De Colombina o infantil borzeguim    (A)
           
Pierrot aperta a chorar de saudade. (B)
      
O sonho passou. Traz magoado o rim,  (A)
     
Magoada a cabeça exposta à umidade. (B)

     Lavou o orvalho o alvaiade e o carmim.  (A)
       
A alva desponta. Dói-lhe a claridade    (B)
 
Nos olhos tristes. Que é dela?… Arlequim (A)
        
Levou-a! e dobra o desejo à maldade  (B)
                         
De Colombina.                    (d)

          O seu desencanto não tem um fim.    (A)
      
Pobre Pierrot! Não lhe queiras assim.   (A)
  
Que são teus amores?… — Ingenuidade  (B)
        
E o gosto de buscar a própria dor.       (C)
     
Ela é de dois?… Pois aceita a metade!  (B)
     
Que essa metade é talvez todo o amor  (C)
                              
De Colombina…              (d)

Manuel Bandeira, in Carnaval.

Regras

1. Todos os membros podem participar, a oficina propõe-se ao aprendizado;

2.Permite-se comentários sem imagem

3.Os textos devem ser postados no formato escrito;

4. Cada participante, após compor seu Rondó, deixará um pequeno verso que, servirá como estribilho à composição do próximo participante.

Boas composições!

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Próximo estribilho

    Eu não desejo...

  • Não quero ser infeliz

    Tenho medo de amar mais uma vez
    Amei, me entreguei, hoje carrego dor.
    Sem esperar nosso laço se desfez,
    Hoje carrego n'alma o amargor.

    Não consigo entender sua insensatez.
    Parecia estar feliz com a vida com cor;
    De repente do nada, tudo desfez
    levando meu sonho multicor.
    Tenho medo…

    Desacreditada, vivo na embriaguez
    não há o que convença o que fez.
    É triste tirar de alguém o esplendor,
    matar a ilusão de quem é feliz
    e acredita fielmente no amor.
    Não quero viver a teu lado infeliz.
    Tenho medo ...

    Márcia A Mancebo
    15/07/19

    • 3350387337?profile=RESIZE_930x

  • Próximo estribilho: Tenho medo...

  • Lealdade.

    Eu perdi você! É dura essa verdade
    Que meu coração não quer compreender.
    Ele continua preso a ti e, essa lealdade,
    Esse apego não me deixa te esquecer.

    Ele me impede de ter liberdade
    De com outra pessoa me envolver.
    Quando eu tento ter outra realidade
    Ele, simplesmente, se nega a me entender.
    Eu perdi você...

    E me mergulha no labirinto da saudade
    Dando a utopias, autenticidade
    Dizendo coisas em que eu deixei de crer
    Pra transformar o passado em presente.
    Meu coração não aceita te perder
    E, por não aceitar a perda está doente.
    Eu te perdi...

    Marsoalex – 13/07/2019

     

     

    • 3280388736?profile=RESIZE_930x

  •  Próximo estribilho:

    Eu perdi você.....

  • Impossível

    Você não sabe o que guardo no peito.
    Um misto de tristeza, com razão.
    Aquele veemente amor está desfeito.
    E passo horas acalentando o coração.

    Quanto mais tento encontrar um jeito,
    mais e mais essa dor dá vazão
    pra que eu maldiga esse feito
    que pensei ser grande paixão.
    Você não sabe…

    Estou triste. Não encontrei um bom sujeito.
    Para entregar-me e, quando, me deito
    o sono não vem e traz solidão.
    Resoluta, sei que não é possível
    ao teu lado uma reconciliação.
    Vou embora, pois, ser feliz é impossível,
    Você não sabe…
    Márcia A Mancebo
    08/07/19

    • 3280299590?profile=RESIZE_930x

  • Próximo estribilho: Você não sabe

This reply was deleted.
CPP