Gestores
Will Nino - O Menino que sabia voar - Act II
in: Em busca da Nuvem Rosa
*** * ***
Depois de andar horas a fio, Will Nino nota que o dia se torna
"carrancudo". Percebe então no horizonte próximo, um estranho
Arco Íris de monocor vermelha à quem indaga:
*
- T empestivo Arco Íris red - pode me dar uma ajuda em prosa
me indicando como encontrar a tal Nuvem Rosa?
*
O Arco Íris red lhe responde em solavanco: - Não posso! Estou
procurando as minhas outras cores: Verde, Amarelo, Azul e Branco.
E voando alto, sumiu no meio das Nuvens do Planalto.
*
Will Nino franziu a testa perplexo e triste. E como já tinha caminhado
léguas a fio, sentou debaixo de uma frondosa Mangueira onde dormiu.
*
Nem percebeu que uma Nuvem muito nos Altos, que escondia o 
Portal do Céu, acompanhava todo o seu trajeto, e se vestindo com
o seu véu Rosa, elevou a Estrada até junto de si, quando beijou o
Will Nino e colocou em seu pescoço uma sacola cheinha do tal
"pózinho mágico" que ele tanto procurava e que doravante se
reproduziria quando fosse para o bem usado.
*
Tendo isso feito, tornou a descer ao solo a Estrada, a Mangueira
e Will Nino e de novo veste o seu véu Branco e se fixa à entrada
do Portão Celestial.
*
*
*
O Sorridente Sol já despontava, quando Will Nino acorda sob
a Mangueira que velara o seu soninho. E feliz da vida, percebe
em si a Sacola repleta com os Pozinhos Mágicos...
***
Imediatamente, se despede de Dona Mangueira (que não sabia
o menino que suas Filhas eram as Mangas Rosa) e volta pela
mesma Estrada cantarolando alto e feliz:
* * *

"Estou com o pózinho encantado

que me faz voar para todo lado


Agora me tornei de novo alado

para ajudar à quem necessitado"

* * *

gaDs!

***

WN

"NÃO PERCAM Neste mesmo recanto a Parte III - Brevemente!!!"

WN

WN

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    3686038?profile=original

  • 1ª Aleluia! Lírica aleluia!

    Linguagem encantatória, Zeka! Muito difícil escrever uma história erigindo um universo infantil (supostamente, e apenas supostamente, infantil).

    Criar esse mundo exige uma particularidade: o autor deve caber, com a sua verdade, nesse mundo... Caso contrário, não convence o leitor.

    Criar esse mundo é para quem sabe ser Zeka e Menino, a um só tempo,  na vida!

  • Gestores

    3686028?profile=RESIZE_320x320

This reply was deleted.
CPP