Gestores Adm

Oficina de Plêiade com a inicial M

Oficina de Plêiade com a inicial

Regras

1. Todos podem participar

2. O participante deve compor com a palavra deixa em tela, que será o título do Plêiade e, deve deixar outra palavra para o próximo partiicpante.

3. Os plêiade devem ser postados, sem formatação, dentro da caixa de comentários abaixo.

4. Permite-se comentários pelos participantes ou membros da Casa.

5. O título do plêiade será, sempre, a palavra deixada em tela.

Seja Bem vindo! Boas composições!

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    Mentor

    Morto entre as tumbas eu vago tristemente
    Mesmo sem corpo a alma está pesada
    Mergulhada nas sombras e com correntes
    Minha alma ao inferno está condenada
    Malfadado destino após corte
    Mísera assombração eternamente sem
    Mérito nenhum, depois da morte.

    Marsoalex - 14/11/2019

     

  • Gestores

    Mentor

    Meninos, vocês sabiam que a
    Memória são registros?
    Mentirosos ou verdadeiros
    Montam a história da gente
    Marcas suaves ou feridas
    Mesmo ativas ou latentes
    Mostram o resumo da vida.

    Marsoalex- 14/11/2019

     

  • Gestores

    Mentor

    Meu corpo estremece ante o desejo
    Minhas mãos se crispam no prazer que invade
    Mansas horas de lascívia regadas a beijo
    Mistura de nós dois no calor da tarde.
    Minha boca a comungar o mel de tua boca
    Murmúrios e gemidos no ápice do prazer
    Me faz tua refém dócil, fêmea, louca.

    Marsoalex - 14/11/2019

     

  • Gestores

    Mentor

    Mentiste-me muitas vezes e sabes bem
    Magoar, ferir, talvez, só por prazer
    Machucar de propósito um coração
    Manso, que se dá com emoção
    Mesmo ferido, magoado, sem razão
    Mais e mais ele se entrega pra sofrer.
    Mostrando seu amor sua paixão.

    Marsoalex - 02/12/2002

  • Gestores

    Mentor

    Me confessei com a parede
    Minhas mágoas, dissabores
    Melindres do meu interno
    Meus fiascos interiores
    Mudos, ferozes, inferno.
    Mas a parede me disse:
    Melodramas são temores.

    Marsoalex - 14/11/2019

     

This reply was deleted.
CPP