De Leite, Deleite

 

7434139677?profile=RESIZE_400x

 

 

De Leite, Deleite

 

O prazer da Aglutinação

Se real ou ficção

O afago do lago maré montadinha

Andorinha esboça minha aptidão

Voa para lá e para cá sem parar

Sem destino tal meus pés descalços

Esperança no céu uma estrelinha

Vida minha entrementes retidão

Pensamentos dispersam no ar

Alma derretida em chumaços

 

O prazer da Aglutinação

Se real ou ficção

Cor de anil resplandece n’água

O azul do céu brilha no lago

Surge nas palavras a metáfora

 

O prazer da Aglutinação

Se real ou ficção

O que floresce meu coração

Diante e distante de uma Elipse

Lua escura dia de eclipse

Noite profunda de oração

Cútis de meu arcabouço

Metonímia uma canção

 

O prazer da Aglutinação

Se real ou ficção

 

 

Eu li Clarice Lispector

Anemia uma porção

Minha amada chora o buço

De fora quero a Paz Branca

Sinestesia a palavra espanca

De tantos verbetes arranca

 

O prazer da Aglutinação

Se real ou ficção

Moro de mentira na França

Lago

Águas

Esperança

Palavras

Versos

Estrofes

Emoção

 

Fim

Antonio Domingos

Agosto de 2020

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Prezado jovem MESTRE Poeta/escritor e, certamente, muito mais ... Antonio Domingos Ferreira Filho! Mais uma vez por aqui, novamento regozijo, admirando uma nova excelente concepção, para a qual como já fiz anteriormente por onde comentei, Quedo-me, Reverencio e Tiro o Chapéu, que em outros comentários acerca de suas novas concepções denominarei apenas como Q, R e TC, visando 'escrever menos', consequentemente despoluir  mais...rs  Então, somente para fixação, também envio: Q, R e TC! PHILIA e NAMASTÊ!

    • Gratíssimo caro Hermes Correia pela deferência para com este poeta amador...Uma Honra!!! 

      Desculpas, mas ainda não compreendo os significados de Q,R e TC.

      Abraços de Antonio Domingos

  • Gestores

    7697252278?profile=RESIZE_400x

    • Agradeço de coração a esta casa pela recepção dispensada a todos nós publicadores

      Atc Antonio Domingos

  • Caro Antonio Domingos: parabéns pelo poema instigador.

    Afigura-se-nos que, entre o real e a imaginação, queda um planeta de brumas nos contrafortes plenos de vegetação e com coruscações de madrepérola nos córregos, ribeiros e lagoas, habitado pelos poetas, esses seres telúricos que entendem o silêncio das coisas.

    Abraço;

    j. a.

    • Estimado J.A. Medeiros.. Honrado com tão belo comentário, tão lindo que é uma poesia.

      Outro dia fiz um comentário a um colega que pressenti que passava por problemas pessoais. Depois aproveitei meu próprio comentário e escrevi um Poema

      Abraços de Antonio Domingos

  • Muito bela poesia. Aplausos mil

    • Olá estimada Norma. Agradeço de coração sua leitura

      Abraços de Antonio Domingos

  • Gestores

    Parabéns Antônio! 

This reply was deleted.
CPP