Finge ou não finge?

Tema: O poeta é um fingidor

 

 

 

Finge ou não finge?

 

Isso é do poeta: ora finge, ora não finge

Escreve conforme sua inspiração o toca

Às vezes diz a verdade do que o impinge

Às vezes camufla um sentimento que sente.

 

Fingir ou não fingir depende do momento

Isso é próprio de quem vive da fantasia

Mas há poetas que expõem seu sentimento

E fazem refletir no texto toda sua estesia.

 

Quando um amor não se consolida

Vem a nostalgia tomar conta do coração

Nessa hora não tem para uns como esconder

Não finge, então é sincero e busca a superação.

 

Há outros, entretanto, orgulhosos e não dizem

Nem para as estrelas que chegou ao fim o amor

Que nutria seu corpo e sua alma, então fingem

Já que não querem expor ao mundo sua dor.

 

Mena Azevedo

 

 

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP