Lírios de Saudade

Vesti-me de um sonho

Tu, em trajes de ilusão...

Dançamos a orquestra

dos amantes

O nosso amor sorvido

Em taças de cristal floridas

Corpos dados em exaustão

almas entregues

em sintonia...

Ficaram lírios de saudade

E a tua ausência tão presente

como chama que flameja

a todo instante, sem descanso

enamorando os meus sonhos

Nunca vi ilusão doer tanto

Ao beijar a solidão!

.......

Eneida Cristinna

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Tristemente-belo; marcante; um poema

    extraído com maestria, do fundo de sua alma!...

    AMEI!...PARABÉNS!...

  • Gestores

    Amei_upupup.gif

    • Obrigada, Marso. Feliz 2017, querida
  • Oi Eneida: Belíssimo poema, com versos encantadores e enamorados. Parabéns! Abraços mil

    • Obrigada, Bridon. Grande abraço.
  • Uma beleza de ilustração. Gratidão! Amei!!!
  • Reverências, minha amada e grande Eneida.

    Mais que bom e belo este poema.

    Umas metáforas de luxo para falar com elegância, mestria, musicalidade, ritmo e beleça da tristeza da saudade.

    Solidão que doi como faca na alma, um beijo de morte.

     Parabéns, minha deusa linda.

     Gosto demais.

     Beijos grandes.

    Cartodeparabns.jpg

    • Lisonjeada com teus elogios, Nieves. Obrigada! Muitos beijos.
  • Gestores

    Mesmo com a aparente tristeza do Tema, conseguistes florir tua Poesia Eneida!!!

    Só nos resta APLAUDIR tanta Inspiração e Talento!

    Parabéns Milsssss - gaDs

    • Zeca, querido. Florir a dor da solidão, resta-nos o consolo. A poesia. Abraços, poeta
This reply was deleted.
CPP