TÃO NOSSOS

TÃO NOSSOS

Tu chegaste tão de repente na minha vida,
Eu que nem sabia que tu existias e vice-versa;
Naquele primeiro dia aparecestes tão meu,
Que sem perceber comecei a ser tua também...

E aos poucos fomos nos tornando tão nossos,
Nos querendo de uma forma tão peculiar,
Desejando tanto a presença um do outro,
Dedicando-nos cada vez um tempo maior...

Fomos profundamente nos conhecendo,
Loucamente e serenamente nos apaixonando,
A cada dia e sempre um pouco mais nos encontrando,
Foi aí quando encontramos o amor...

Virgínia Santana - 20/11/2018

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Adm

    Um lindo começo de vida a dois.

    Lindo poema, Virgínia.

    Sinceros aplausos.

  • Belíssimo poema! O amor surgindo

    na vida dos dois. Sentimento bilateral.

    Bom dia ! Bjs.

  • Poesia feita com exuberância lirica e de sentimentos. Parabéns

  • Ficou muito bela a poesia. Aplausos mil

  • Muito bela, ficou a sua obra poética. Aplausos mil

  • Virginia linda e terna poesia de amor adorei abraço...

     

This reply was deleted.
CPP