Discussões de Marcia A Mancebo (16)

Classificar por

Ano novo, renovação

3809189287?profile=RESIZE_710xAno novo, renovação

O ano findou trazendo esperança aos corações.
Os olhos veem os dias com
gratidão.
A fé em Deus é sempre a solução
E a mente,fecha-se as rejeições.

O perdão será dado plenamente.
Pois, a mágoa não traz benevolência.
Somente te

Saiba mais…

Poder da magia

Poder da magia


No seu quarto, o menino a brincar;
Vai além com fértil imaginação.
Chega no limite do seu divagar
e cansado adormece em profusão.

Doce idade onde impera a ilusão.
Em seu mundo entre os brinquedos
passeia feliz divertindo - se e, no vão
de seus

Saiba mais…

Emoção

3705587498?profile=RESIZE_710xEmoção

Para o poeta a poesia é a própria vida.
Seus olhos reluzem de alegria
E no seu cotidiano está embutida.
Em versos tece a sua fantasia.

Em tudo que vê aguça a sensibilidade;
Escrever é o seu imenso universo.
Descreve com euforia a felicidade.

Saiba mais…

Fantasia da velhice

3665949368?profile=RESIZE_710xFantasia da velhice.


Os anos passaram… a velhice chegou.
A hora não matou aquela criança,
Nem sequer, o dia esperança levou!
Restara uma força, uma lembrança:
De momento fértil, que não apagou.

Regar as nuvens para que não morram.
Pois, sobre el

Saiba mais…

Minha história

3705662921?profile=RESIZE_710xMinha história

Eu deixo, na areia, minha marca
Nos momentos desertas dos meus dias,
Na solidão que a ausência demarca
o traçado da cruel melancolia.

Marcas profundas são minhas pegadas.
Calejadas, mas com garra e fé
Muitas léguas acumuladas da jornada

Saiba mais…

Alegria da meninada

3559842966?profile=RESIZE_710xAlegria da meninada

 

Um… dois… três.
Lá vai o menino todo animado.
Pula no galho para balançar.
O intento da brincadeira é folha espalhar.
Se cair no rio, pobre coitado!
Em seguida tem que nadar.

Enquanto uns em pé, outros sentados
prontos para a

Saiba mais…

Não creio...

3438040743?profile=RESIZE_710xNão creio....

Não creio que o poeta é um fingidor.
Com lirismo escreve lindas poesias;
Seus olhos brilham ao dizer do amor,
as mãos tremem ao relatar a agonia.

Grita, por enorme desesperança
sem direito a esperar qualquer ventura.
Condena — se viv

Saiba mais…

Harmonia

3556660055?profile=RESIZE_710x

Harmonia


Sentindo na noite uma brisa amena.
Suavemente, as mãos atingem o céu.
A venda nos olhos não me faz pequena
e os pensamentos os, solto ao léu.

Com zelo ao tocar na imensidão
sinto um manto meu corpo, cobrir.
Sem impedir o pulsar do coraç

Saiba mais…
CPP