AMOR GOSTOSO

Quando eu te conheci

Eu te amei por demais,

Sua alma era pura de uma

Beleza que te fazia linda.

 

Nem os meus abraços,

Minhas caricias,

Nem mesmo o beijo

Que o nosso amor

Ansiou você quis provar.

 

Seus braços,

Teus lábios carnudos,

Lindos e com um gosto

De puro mel,

Foram traçados junto

Ao teu corpo que você

Nunca deixou eu tocar.

 

Tentei te beijar,

Pela primeira vez,

Tentei te beijar

E nesta tentativa só

Fiz-te magoar a você

Meu grande amor,

Que eu amava e nunca

Fui amado de verdade.

 

Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Membro Efetivo e Imortal da Academia Iunense de Letras (AIL)

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP