Amor tardio

 

8417051086?profile=RESIZE_400x

Amor Tardio




Chegou assim
de repente,
 de mansinho,
 flertando comigo...
E fez sentido,
fez alarido
no coração.
Instalou-se
ficou crônico
permanente,
doce conluio
entre a gente!
Ah! Eu confesso,
sem receio ou pudor,
quero esse mal de amor!
Curar-me?
Nem pensar!
Quero mais é piorar,
cada dia mais!
Amor tardio,
por que não?
Faz bem ao coração,
ilumina,
excita
retorna com furor,
perdidas ilusões...
Curar para quê?
Só quero amar... amar...amar...
até o fim,
assim...
bem assim...
 
Ciducha Seefelder

 
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Muita experiência e vida neste poema!

    Aplausos, querida Ciducha!

    • Obrigada Edith querida

      Fiquei felizzz

      Beijoss

  • Gestores

    Poema lição. Lição de vida. Adorável.

    • Obrigada pelo carinho da leitura Margarida querida

       Beijos

  • ciducha

    curar para que?

    so quero amar amar amar

    parabéns

    muito bonito

    Davi/Guardião do amor

    • Obrigada pelo carinho da leitura poeta

      Bjs

  • Ai amiga Ciducha

    gostei de ler tua poesia parabéns abraço...

    • Obrigada Eudalia querida pelo carinho

      Beijos

  • É isso mesmo,Ciducha.

    Lindo demais!!

    Parabéns.

    Bjos 😘

    • Obrigada poeta querida

      Beijos muitos

This reply was deleted.
CPP