Gestores

Às minhas Mães

4884297877?profile=RESIZE_710x

 

Às minhas mães!!

É tanto que gostaria de falar, palavras que ficaram presas por uma educação rígida que não nos permitia sermos fracas; tantos carinhos, tantos beijos, tantos abraços que ficaram perdidos, sem ação.

À você, mamãe Maria... como gostaria de tê-la aqui, sentada naquele sofá! Ali, onde deitava minha cabeça em seu colo e adormecia com seus cafunés. Queria poder deitá-la em meu colo, acariciar-lhe os cabelos, lhe dizer palavras de consolo e lhe transmitir a força que tantas vezes recebi da senhora. Que saudades das tardes de churrasco, da pinguinha que a senhora adorava, dias alegres de risos soltos e conversas jogadas fora.

À você, mamãe Esmeralda... todos pensavam que era minha mãe e como se assustavam quando dizíamos que era minha sogra!!!! rsrsrsr Foste meu esteio durante anos, amou-me como a uma filha! Quanta sabedoria havia em teus olhos verdes! Quanto aprendizado obtive de tuas palavras doces! Sempre mansa... sempre meiga! Uma mãezinha adorável!!!

À você, mamãe Célia (Tuca do Mocotó)... minha mãe "neguinha"! Que saudades das colheitas de café! ( minha mãe Maria quase enlouquecia com minhas estripulias rsrsrs), das tardes de risadas na sala de estar, do calor gostoso do fogão de lenha! Ainda ouço a senhora dizer: " _ "Ingélica"!! Se tivesse me ouvido...". Mas é assim mesmo. Nunca ouvimos quando somos jovens e a vida se esncarrega de ensinar. Tantas broncas... tantos conselhos! Ah!... Se eu tivesse te ouvido...

À vocês, minhas mães queridas que, cada uma à sua maneira, moldou a pessoa que sou hoje... Queria abraçar, beijar e dizer mil vezes o quanto as amava! O quanto tinha orgulho em ser uma pequena parte em suas vidas e o quão grande vocês eram e são para mim.

Eu as amo! E as lágrimas que caem agora, sobre a folha que escrevo, não são mais de tristeza pela perda. São lágrimas de saudades! Uma saudade que dói de mansinho... que trazem lembranças doces de dias de churrascos, de risadas soltas e conversas jogadas fora.

As amarei eternamente! Só tenho a agradecer à Deus pela dádiva de tê-las em minha vida.

Hoje também sou mãe e tento, confesso que sem muito sucesso, seguir-lhes os passos e acada dia, a cada desafio eu me pergunto: "_ Como vocês conseguiam!!??". Resta-me o consolo dos conselhos recebidos e dos exemplos de mães dedicadas que sempre foram!

Feliz Dia das Mães! E Deus... cuida delas aí... são jóias preciosas da coroa do Senhor!

Maria Angélica de Oliveira

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

CPP