Assim me Fizeste

Assim me fizeste

 

Nasci sem nada,

Tal como toda a gente.

Fui criança amada,

Não o é toda a gente.

Cresci com dificuldades,

Muitos crescem assim.

Recebi amor e amizades,

Outros têm outro fim.

A vida deu-me um sorriso,

No amor de meus pais.

Esse é o bem mais preciso,

O resto, coisas banais.

Por mulheres fui amado,

Por algumas fui traído-

Fui um irmão adorado,

Um sentimento retribuído.

Errei por meio mundo,

E meio mundo em mim errou.

Hoje digo-o cá do fundo,

Meu coração sossegou,

Porque o amor encontrou

Tu assim me fizeste, Feliz.

 

Para Isabel, minha esposa.

 

Francis Raposo Ferreira

17/01/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Que linda declaração de amor!!! Encantada!! Parabéns Francis!! 

  • Que linda homenagem em versos bem construídos! Meus parabéns, caro poeta! Deus te abençoe. 

     

This reply was deleted.
CPP