Ser Poeta

 

Ah, como gosto de falar

Da vida que não é minha,

Mas também não é tua,

É uma vida feita de sonhar,

Onde nada se adivinha,

Vida de um qualquer da rua.

Ah, como é bom falar de mim,

Sem dizer nada de meu,

Nem meu, nem de ninguém,

Imagino uma vida e, enfim,

Falo do que nunca aconteceu,

Não aconteceu, sei lá bem.

Ah, viver vidas alheias

Dá-me um prazer sem igual,

Criar personagens imaginárias,

Poder dar-lhe novas ideias,

Ir aprimorando todo um visual,

Viver, nelas, paixões extraordinárias.

Ah, como é bom viver amores

Que nunca sequer existiram,

Saborear beijos nunca dados,

Falar de coisas profundas, dores

Por amores que nunca partiram,

Fazer poemas com versos trocados.

Ah, como é bom poder fingir,

Fingir que sou outro alguém,

Despir-me de minha identidade,

Chorar quando me apetece sorrir,

Conversar sem ser com ninguém,

Mas nunca perder minha liberdade.

 

Francis Raposo Ferreira

02/10/2019

Minhas Atividade

Francisco Raposo Ferreira posted a discussion in TemaPoesia
Esperança é o Futuro O mundo despertouCom notícias do Oriente,Ouviu e não acreditou,Deixou-se ficar indiferente.O momento é duro,Esperança é o futuro. Demorou a acreditar,A ameaça alastrou,Era a morte a rondar,O Mundo parou.O momento é…
7 de Abr de 2020
Francisco Raposo Ferreira posted a blog post
A História do Xô Uma história quero contarMas não xê se xô capaz,Tudo isto xe paxô em TomarHá já alguns anos atrás. Num relato de memóriaEu ouvi esta beleza.É uma pequena históriaDo ensino à Portuguesa. Um certo profexôQuando fazia chamada,Dizia…
28 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira e Elzana Kátia Lima Mattos Ferrei agora são amigos
28 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira posted a blog post
Pontes de Amor Luciano Pontes, temendo que a morte o apanhe de surpresa, decide fazer jus ao apelido e ser o arquitecto das pontes que as vicissitudes da vida nunca lhe permitiram construir.Começa por falar da sua ideia a Eduarda, a esposa, a qual…
27 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Bolo de Mim
"Amiga Angélica, de vez em quando, sai uma coisita de jeito. Beijinhos."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Bolo de Mim
"Amiga Marsoalex, coisas simples. Beijinhos.
 "
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Silêncio...
"Amiga Angélica, beijinhos."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Silêncio...
"Amiga Marsoalex, beijinhos."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Sentimentos Distintos
"Amiga Angélica, muito obrigado por tão gentis palavras. Beijinhos."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Sentimentos Distintos
"Amigo José Lopes Cabral, muito obrigado. Abraço."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Sentimentos Distintos
"Obrigado. Beijinhos"
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Amor em Viagem
"Obrigado. Beijinhos."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Volte Face
"Amiga Marsoalex, obrigado. Beijinhos.
 "
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Abutre disfarçado de Passarinho
"Amiga Ana Lúcia Mendes, boa noite. Infelizmente vivemos numa sociedade podre. Fico feliz por saber que gostaste, pois são os leitores que servem de fiel à balança do escritor. Beijinhos."
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Abutre disfarçado de Passarinho
"Amiga Marsoalex, beijinhos.
 "
25 de Fev de 2020
Francisco Raposo Ferreira commented on Francisco Raposo Ferreira's blog post Abutre disfarçado de Passarinho
"Amiga Angélica, obrigado. Beijinhos.
 "
25 de Fev de 2020
Mais…

Pontes de Amor

Pontes de Amor

 

Luciano Pontes, temendo que a morte o apanhe de surpresa, decide fazer jus ao apelido e ser o arquitecto das pontes que as vicissitudes da vida nunca lhe permitiram construir.

Começa por falar da sua ideia a…

Saiba mais…

Resposta

Resposta

 

Hoje decidi não chorar,

Vesti meu melhor sorriso,

Quem comigo se cruzar

Não verá meu olhar griso.

 

Não me enganarei a mim,

Tão-somente à puta da vida,

Serei eu quem rirá no…

Saiba mais…

Amar

Amar

 

Amar não é desejar

Um corpo perfeito,

Amar é só sonhar

Repousar no teu peito.

 

Amar não é querer

Um rosto belo,

Amar é ansiar viver

Uma vida em paralelo.

 

Amar é…

Saiba mais…

Inocente

Inocente

 

Sandra, ao saber a sós com Carlos no escritório onde ambos trabalhavam, correu a trancar a porta, olhou-o bem nos olhos e, insinuando-se, disse-lhe daquele jeito que o deixava completamente dependente das suas…

Saiba mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Setembro 14


1) Qual o teu nome completo?

Francisco Raposo Ferreira


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

14/09


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Lisboa - Portugal


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou um pedagogo que adora ler/escrever, prosa e poesia. Livros editados: A Força do Amor - Romance; Vidas Atrás das Grades - Romance; Alentejo, suas terras e suas gentes - Poesia.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?

Através da Internet


8) Está ciente que poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em participar e interagir conforme puder, com outros membros nas atividades da Casa?

Sim


11) Fique ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim


12) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de outro site onde possamos saber mais de você.

https://www.facebook.com/Francisraposoferreira


13) Publique neste espaço, uma poesia ou texto de sua autoria (que não seja muito extensa).

Ser Poeta Ah, como gosto de falar Da vida que não é minha, Mas também não é tua, É uma vida feita de sonhar, Onde nada se adivinha, Vida de um qualquer da rua. Ah, como é bom falar de mim, Sem dizer nada de meu, Nem meu, nem de ninguém, Imagino uma vida e, enfim, Falo do que nunca aconteceu, Não aconteceu, sei lá bem. Ah, viver vidas alheias Dá-me um prazer sem igual, Criar personagens imaginárias, Poder dar-lhe novas ideias, Ir aprimorando todo um visual, Viver, nelas, paixões extraordinárias. Ah, como é bom viver amores Que nunca sequer existiram, Saborear beijos nunca dados, Falar de coisas profundas, dores Por amores que nunca partiram, Fazer poemas com versos trocados. Ah, como é bom poder fingir, Fingir que sou outro alguém, Despir-me de minha identidade, Chorar quando me apetece sorrir, Conversar sem ser com ninguém, Mas nunca perder minha liberdade. Francis Raposo Ferreira 02/10/2019


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 34117
Recebido:
12 de Fev de 2020

Grupos que participo

CPP