Beija-flor

Se a minha voz
Na brisa calma dos ventos 
Chegasse até você
Ainda que por um momento
Saberia esse lamento
Ao tocar seu coração
A dor da inquietação
De todos meus pensamentos

Do amor que sinto
E teima em não acreditar
Por ser eu tão inconstante
Vento que quer acariciar
Coração, botão em flor
Sem intuito de despetalar
A flor mais bela do campo
Que beija-flor quer beijar

E se a minha voz
Na brisa calma dos ventos
Chegasse até você
Ainda que por um momento
Saberia esse lamento
Ao tocar seu coração
A dor da inquietação
De todos meus pensamentos

Na briza calma dos ventos
Onde habita essa dor
De um beija-flor a beijar
A flor de um beija-flor

 

(Petronio)

.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP