CANTOS DE SEREIA

9604876497?profile=RESIZE_710x

CANTOS DE SEREIA

Mais uma vez te ouço e avidamente
Tento interpretar teus cálidos versos!
Soam cheios de amor, incontroversos,
E neles o bardo pensa somente!

Mas, o hierofonte que lhe habita a mente
Sussurra-lhe que eles são controversos,
Não tem alma, são frios, são perversos...
Cantos de sereia, literalmente!

Ah! Linha fina cinde o céu do inferno!
Será este um canto inocente e terno
Ou será engenhosa enganação?

É premente usar o tino, o bom senso!
Mas, como se a paixão é um contrassenso
E trespassa o entendimento e a razão?

 

Nelson de Medeiros
C.Itapemirim (ES) 23/09/2021

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    9614084271?profile=RESIZE_584x

  • Soberbo soneto! Parabéns, Nelson 

    Um abraço

  • O poeta se esmera em delinear as venturasde um viver onde o amor é o mote, seja com ou sem ele....Linda expressão. Parab[ens

This reply was deleted.
CPP