Descrença

 

Sou descrença de mim mesma

Quando fugidia

Aguardo o acontecer

Medo de ir além?

Não sei...

Nunca tentei

Inerte espera

Que me faz calar

E tudo passa depressa

Na cética oração

Que insisto rezar

 

 

Suzete Palitos

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belo e forte poema. Adoro sua escrita.

    Abraços :)

    • Obrigada, querido Poeta!  beijos

  • Muito bela poesia. Aplausos mil

    • Obrigada, Poetisa!  beijos

  • Gestores

    Belíssimos versos Suzete!! Parabéns!! 

    • Obrigada, Poetisa!  beijos 

This reply was deleted.
CPP