Dizendo das flores

Dizendo das flores

Gotículas frias que caem nas flores
Dão luz aos meus versos na minha poesia.
Existe entre as linhas resquícios das cores
Que fazem meus dias terem alegrias.

E toda alegria que emana do amor
Veio com a chuva nesta primavera
Meu ser aviltado sente com ardor
O cheiro das flores que pelo ar impera.

Impera na mente tanta inspiração
Qual hino aprendido que não se esquece
Minh'alma suspira com esta emoção
E eu teço a poesia que a apetece
Dizendo das flores em cada estação.

As rosas, as dálias e as margaridas
Violetas, orquídeas… todas em harmonia
Enfeitam as horas, enfeitam a vida
Enchendo de paz o meu coração!

Márcia Aparecida Mancebo
27/11/2022

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP