ENCONTRO TARDIO

ENCONTRO TARDIO

 

ENCONTRO TARDIO

Por muito tempo eu te esperei na caminhada,

Como ansiosa a primavera espera a rosa...

E, dentre as flores que colhi nesta empreitada,

Eu te guardei do meu jardim a mais charmosa...

 

Eu te esperei com a certeza inabalada,

Tal qual a tarde espera a noite esplendorosa...

E das estrelas que abracei na madrugada,

Eu te guardei lá do infinito a mais formosa;

 

E, ao sentir-me noite escura em tua aurora,

Minh!alma em vão buscou reter-te num agora,

Ao pressentir, amargurada, nova espera,

 

Pois no jardim descolorido do meu peito,

Ao te encontrar eu vislumbrei o amor-perfeito,

Como uma flor que não chegou na primavera!

 

Nelson de Medeiros

14/06/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • O poeta que verseja os amores em prosa em verso, sempre muito lirico e caprichoso. Parabéns

  • Gestores

    Parabéns Nelson por teus versos! 

  • Gestores Adm

    Aplausos para sua linda poesia.

    Excelente noite.

  • Gestores Adm

    6091934468?profile=RESIZE_930x

    • Poxa, muito obrigado mesmo por tamanha gentileza em esculpir um jóia que a moldura em que puseste meu pobre soneto.

      Forte abraço e sem palavras para te agradecer.

This reply was deleted.
CPP