ENQUANTO HOUVER AMOR

Enquanto em minha vida

O por do sol se fazer presente,

A tua lembrança meu amor

Sempre estará presente

Dentro do meu coração

Como um sinal de amor,

Carinho e ternura.

 

Contigo irei meu amor

Enquanto houver amor,

Para onde você quiser me levar,

E se preciso for

Irei ate as estrelas para

Pegar uma somente

Para te ofertar minha

Doce e bela namorada.

 

Estarei sempre contigo

Murmurando no teu ouvido

Lindas palavras de amor

Nesta brisa que a cada

Manhã apenas vem encher

De orvalhos para que possa

Ao sentir esta brisa

Possas estar sorrindo

Para mim mesmo se

Estiveres com vontade

De chorar iras sorrir.

 

Enquanto houver amor

Estarei sempre presente

Em tua vida para poder

Fazer com que você

Sinta apenas a felicidade

Dentro do teu coração

Junto ao meu amor.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP