Eu

Entre idas e vindas,

De verdade, nunca fui

Neguei sem negar

Quase morro, sem viver.

 

Confuso, não contraditório

Estranho, mas compreensível

Sou apenas um homem,

Sempre em busca dele mesmo.

(Rod Slavia)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Rod Slavia

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • 135987098?profile=RESIZE_710x

  • Gestores

    Isso é er humano, o resto é poesia. Lindo!

  • Obrigado pessoal, que bom que gostaram. E Edith, obrigado pelo toque, por me lembrar que devo colocar meu nome, e pela formatação. Ficou muito bonito.

     

  • É Fundamental que conheçamos a nós mesmos, por isso a Busca e o Contínuo Aperfeiçoamento... Somos cheios de Contradições... Bela inspiração, poeta... Parabéns!

  • Muito bela poesia. Aplausos mil

  • Gestores

    Uma observação que pedimos: quando postar um poema não esqueça de colocar a sua autori (nome) abaixo do poema.

    Obrigada.

  • Gestores

    134234407?profile=RESIZE_930x

  • Gestores

    Gostei do teu poema.

    A a vida é uma constante busca.

    Parabéns com meus aplausos.

This reply was deleted.
CPP