Fibromialgia

FIBROMIALGIA

Tirastes de mim o sono, jogaste-me no abandono

Julgas que sou teu, que es de mim o dono (a)

Curvei-me diante de ti, pois o lutar não é mais suportado

São noites em silêncio sem dormir, com a dor deitada ao
meu lado

Tocas meu corpo, articulações, tendões e músculos

E é só, pois minha alma não tocaras, pois essa tem outro dono
Deus.10828791865?profile=RESIZE_400x

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    10829634694?profile=RESIZE_400x

  • Grave doença.

    Bela Publicação

    Antonio 

    • Olá bom amigo...sim...grave doença.

      Grato por visitar minha página.

      Faço parte desse site já à um bom tempo...porém ainda estou aprendendo à usa-lo.

      Por isso peço desculpas por não visitas às páginas dos amigos. 

    • Muito fácil amigo Igor

      Clique em " Saiba Mais"

      Depois no espaço em branco você faz o comentário

      Abraços de Antonio Domingos 

    • Gratidão bom amigo 

This reply was deleted.
CPP