Meu lugar

Meu lugar

No instante que vi minha vida sem cor
Meu rosto abatido de tanto chorar,
Meus olhos inchados sofrendo de amor
Eu vi que meu corpo não iria aguentar.

Pensei que fugindo era o fim para dor
Co'a  mala, nas costas, segui meu trilhar.
Estrada tão linda levou o dissabor.
Vi um lago sereno lembrei meu lugar.

Lugar onde o sol ao se pôr traz a paz,
Lá as aves cantando dão fim a saudade
Lá a tarde reflete seus raios no lago.

Num lago azulado que a dor se desfaz
No peito ferido de tanta inverdade
E mostra que o amor tem um cheiro de afago.

Márcia A Mancebo
26/01/2021

.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    8793986486?profile=RESIZE_400x

    Márcia querida, saudades de nossos Entrelaces!

    Um dia roubarei um poema teu para entrelaçar!

    Parabéns! Te admiro muito!

    • Isso!

      Escolha um poema e faça o enlace. Será um prazer.

       

       

      Obrigada amiga 😘

This reply was deleted.
CPP