Nostalgia

 

7136880498?profile=RESIZE_400x

 

Nostalgia

 

Isolado em um quarto.
No silêncio ofuscante da solidão.
Absorto em pensamentos vagos.


Num canto o velho violão.
Cúmplice de serestas e tantos amores.
Saudades que assolam o coração.


Tempos áureos de música e boemia.


Hoje, eu e ele, sinais de nostalgia.

 

Lilian Ferraz

24/07/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Lilian Ferraz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • O tempo passa  por cima da gente seja de vitórias ou derrotas, sim; a velhice trás dissabores, o que você bem diz em seu Belíssimo Poema, Um Belo Indriso de título  Nostalgia.

    Parabéns amiga Lilian por mais esta obra.

    Os exemplos de Aldravias (Fonte Google)

    1.
    cabelos
    brancos
    mascaram
    uma
    alma

    infantil


    2.
    flores
    morrem
    lentamente
    os
    colibris?

    distantes

     

    3.
    lua
    vigia
    poeta
    eletrizado
    de
    amor


    Mardilê Friedrich Fabre

    Imagem: diariodigital.sapo.pt

     

    • Fico agraciada e contente com sua presença. Abraços 

    • Boa noite Lilian.

      Bons tempos de alegria e juventude... Boemia do bem...

      Nostalgias sim.

      Bem o disseste.

       

      1 ab. e a aminh admiração

    • Grata pela atenção e carinho. Abraços 

This reply was deleted.
CPP