Os meus passos

3967614870?profile=RESIZE_710x

Meus passos

**

Já vou começando a caminhar,


Sem te sentir na minha lentidão,


Na minha pele do avesso,


Na agonia de cada pêlo,


No preto e branco do meu jardim,


Nas folhas caídas no chão,


Tão esquecidas de mim,


Que me esqueço quem és!


És o dia, és a noite cintilante,


És o mar, és as marés,


És o vento, és o moinho meu

amante.

Que por de trás do sol exposto,


No infinito do teu caminho,


Fazes moer o meu desgosto,


Tornando-te pó por instantes.


Não foi só por afeição,


Do teu rosto castiço,


Houve toques com a tua mão,


Que pareciam feitiço.


Nao choro mais não!!


Quero ouvir nos meus passos,


O aceno dos meus braços,


Até mais ver, chorar mais não!!

**

Cristina Ivens Duarte 29/02/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Cristina Ivens Duarte

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Que delícia ler novamente teus versos, Cristina!!

    3857971402?profile=RESIZE_710x

  • Muito bom de ler seus versos, cara poetisa. Parabéns 

    • Muito obrigada pelo seu carinho amiga Marta. Beijinhos para você. 
  •  

    O recomeço lento mais firme em suas proposições que culminam na conclusão contudente do dois últimos versos. 

    Criatividade poética e inspirada em versos e figuras de linguagem melodiosa.   

    Vicissitudes do amor....

    Parabéns Cristina Duarte

    Antonio Domingos

     

    • Muito grata pela sua leitura, amigo poeta António. Abraços de além mar. 

  • Nossa...que lindo Cristina.

    Estava sentindo falta de ler o que você escreve.

    Parabéns.

    Um abraço carinhoso.

This reply was deleted.
CPP