Quando a chuva cai...

Por Jennifer Melânia 

 

Quando a chuva cai

ladeira abaixo 

Descendo em árvores 

Pulando em pontes

Deslizando em guardas chuvas

Banhando os meninos

Guardando as pessoas

Debaixo de tetos

Acendendo faróis 

Ligando parabrisas

Calando os pássaros

Despejando tinta no mundo

....a mulher, atrás  das vidraças, 

Recolhe a paisagem

E as guarda para o Verão 

 

"Tão simples quanto o dançar  das folhas outonais, tão grande quanto o Sol no deserto, tão  pequeno quanto grão  de areia, tão humano em dias de solidão" 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Jennifer sublimes e belas

    palavras nesta linda poesia parabéns bjos...

    • Eudália, querida, obrigada por vir. Abraços 

  • Uau! Lindo, minha cara poetisa! Um texto poético concebido em um momento de rara inspiração! Meus parabéns. 

    • Obrigada, poeta Geraldo. Uma honra receber você  aqui. Abraço. 

  • Gestores

    Lindíssimo!!! Parabéns Jennifer!!!

    DESTACADO!!!

    • Obrigada, Angélica. Meu coração  é  sempre agradecido por suas gentis palavras. Bjim pra vc. Um dia lindo.

  • Parabés! 

    Pelo lirismo destaa linhaa. 

    "Tão simples quanto o dançar  das folhas outonais,

    tão grande quanto o Sol no deserto,

    tão  pequeno quanto grão  de areia,

    tão humano em dias de solidão"  (Lindo!)

    Aplausos!

     

    • Obrigada por vir. Abraços poéticos 

  • Belo poema.

    Aplausos!

    • Gratidão  por sua ilustre visita. Abraços poéticos 

This reply was deleted.
CPP